Desafios da Contabilidade

Quais são as vantagens para o profissional de Contabilidade que recolhe sua contribuição sindical?

Para responder a essa pergunta, o Presidente do Sindicato dos Contabilistas do Estado do Ceará (SINDCONT-CE), Manoel Pinheiro, lembra dos benefícios que a categoria tem, ao contar com o apoio da instituição. “A contribuição sindical é a parte do trabalhador, da empresa ou do profissional liberal que faz o custeio da entidade sindical. O Sindicato é responsável por fazer as convenções, as convenções coletivas de trabalho, por dar assistência de homologação nos termos de rescisão, dar assistência e outros benefícios em relação a planos de saúde e planos odontológicos”, explica Manoel Pinheiro.
Dessa forma, pode-se dizer que a contribuição sindical ajuda na defesa dos interesses do profissional da Contabilidade, “porque o Sindicato representa o coletivo. Individualmente, o profissional é protegido pela Constituição, mas, enquanto categoria, somente uma entidade pode representá-lo perante as autoridades governamentais”, ressalta Manoel Pinheiro.
Para representar e defender os interesses dos auditores, peritos contábeis e profissionais da Contabilidade em geral é que o SINDCONT-CE trabalha. “Procuramos fazer o máximo em termos de ajuda à categoria”, diz o Presidente do Sindicato.
Também estão entre os benefícios para os associados ao Sindicato: assessoria jurídica, análises de documentos, acesso ao banco de oportunidades (recolocação e primeiro emprego), sala, auditório e computadores disponíveis para uso, convênios com Faculdade e curso de Contabilidade, cursos técnicos, comportamentais e de atualização, dentre outros.

VALORIZAÇÃO
Valorizar a atuação do profissional contábil na sociedade também está entre os objetivos do Sindicato. Manoel Pinheiro observa a importância da categoria para o funcionamento das empresas de todos os segmentos. “Cada profissional tem sua importância, como o advogado, o administrador e o economista. Mas a presença do contabilista é obrigatória. É uma obrigação da empresa ter um responsável técnico pelo registro contábil”, comenta Manoel Pinheiro. “E hoje evoluímos muito, não fazemos só lançamento de débito e crédito: discutimos gestão, resultados econômicos da empresa, questões financeiras, e evoluímos muito na interpretação da legislação do ICMS e do ISS”, afirma o Presidente do SINDCONT-CE.
Para Manoel Pinheiro, por ter acesso a um grande número de informações, o profissional contábil vê ampliadas suas possibilidades de atuação no mercado. “No passado, o contabilista era voltado para a questão da responsabilidade técnica: assinar o balanço com os sócios, fazer os registros. Hoje, ele participa da gestão econômica da empresa e tem, cada vez mais, assumido funções de gestão, gerência, supervisão e diretoria, graças à visão técnica que a Contabilidade oferece”, analisa o Presidente do SINDCONT-CE.

Entrevista de Manoel Pinheiro ao Diário do Nordeste